Últimas Notícias




Princípio de tumulto é registrado no Centro de Muriaé envolvendo comerciantes e fiscais da Prefeitura

09/04/2021 16:32 COMENTAR 9
Voltar
Princípio de tumulto é registrado no Centro de Muriaé envolvendo comerciantes e fiscais da Prefeitura
A manifestação começou na Praça João Pinheiro















Um princípio de tumulto envolvendo comerciantes e fiscais da Prefeitura de Muriaé ocorreu na tarde desta sexta-feira (09) no Centro de Muriaé.

Muitos comerciantes que atuam nos segmentos considerados não essenciais, não acataram a ordem de permanecerem com suas portas fechadas, imposta pela Onda Roxa do governo do Estado.

Eles protestaram de forma pacífica, quando os fiscais da prefeitura notificavam os estabelecimentos. Houve protesto na Praça João Pinheiro e depois o grupo seguiu para  Rua Barão do Monte Alto.

A Polícia Militar foi acionada e aos poucos, a multidão se dispersou. Não houve registro de agressão.

Na parte da manhã, dezenas de comerciantes realizaram uma carreata e depois se reuniram na porta da Prefeitura, exigindo que o comércio fosse reaberto. O pedido não foi aceito.

Nesta sexta-feira a Prefeitura emitiu uma nova resolução que entrará em vigor a partir do dia 12 deste mês. De acordo com o documento, segmentos como indústrias e construção civil poderão voltar a atuar.

Situação dos hospitais em Muriaé

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, os hospitais de Muriaé e a UPA estão com 100% de sua capacidade de lotação. Nesta sexta-feira o provedor do Hospital São Paulo, Edivar Pereira gravou um vídeo falando das dificuldades que as unidades hospitalares estão tendo de comprar insumos e medicamentos utilizados em pacientes intubados. Para tentar amenizar o problema, vários hospitais se uniram para importar os medicamentos.

De acordo com o coordenador da UPA, César Ladeira, foi preciso utilizar alas separadas para outras patologias para pacientes com a Covid-19.

 

Fonte : Rádio Muriaé




Nome: Tatiana Fernandes
Postado no dia 09/04/2021 - 16:44
Cidade: Muriaé -MG

Princípio de tumulto não, muito cuidado com narrativas tendenciosas, a Rádio Muriaé ainda tem o respeito das pessoas, espero que mantenha a imparcialidade e sensatez, uma vez que os comerciantes estão sendo cerceados de trabalhar a troca de uma "calamidade pública" que precisa ser justificada pela prefeitura, não adianta falar em calamidade se nem tratamentos preventivos estão sendo adotados. Que a Rádio Muriaé não aja como a Globo, pois precisamos enquanto população continuar contando com a informação de vocês.
Nome: Realista
Postado no dia 09/04/2021 - 16:44
Cidade: Muriaé-MG

Muriaé virou terra de ninguém, o caos está instalado, e não somente pela doença, mas pelos efeitos causado pela má gestão da pandemia desde o começo e seguindo até agora. O Brasileiro é o povo que mais paga impostos no mundo com a justificativa desse imposto "ser revertido" para a própria população. O Momento como esse, onde exige que as pessoas fiquem em casa, necessita de amparo de todos os governos, federais, estaduais e principalmente os municipais, mas o que vemos é totalmente o oposto, estão sim tentando salvar vidas da doença, mas não estão nem um pouco se atentando a situação financeira do cidadão muriaeense , e o pior, durante campanhas eleitorais muito se foi prometido, e pouco tem sido feito, como sempre. A culpa é de TODOS, desde a população até quem governa.
Nome: Ruth
Postado no dia 09/04/2021 - 16:54
Cidade: Muriae-Mg

Nesse momento em que estamos vivendo em nossa cidade cim hospitais lotados e sem vagas pra mais ninguem ,e simplesmente patético,Ridículo, e sem noção esse tipo de manifestação para abertura do comércio!! Sabemos que todo trabalho e essencial , todos nós precisamos trabalhar , mas só iremos conseguir se estivermos vivos ou com saúde!!! pensem .... quando vc ou algum familiar ou algum amigo precisar ser hospitalizado e ao tiver vaga nao adianta chorar , não adianta se desesperar . Se Nao fizermos nossa parte de quem vamos cobrar depois .
Nome: Victor Borges
Postado no dia 09/04/2021 - 17:00
Cidade: Muriae-Mg

Nao foi bem assim, nos saimos de la pq a policia e os fiscais tbm foram embora
Nome: Devair Taranto
Postado no dia 09/04/2021 - 17:35
Cidade: Muriaé-MG

Faz assim: quem conseguir ficar 3 minutos sem respirar que abra a primeira loja.
Nome: Devair Taranto
Postado no dia 09/04/2021 - 17:36
Cidade: Muriaé-MG

Faz assim: quem conseguir ficar 3 minutos sem respirar que abra a primeira loja.
Nome: Pedro
Postado no dia 09/04/2021 - 21:05
Cidade: Muriaé-MG

Todos precisamos trabalhar, se os donos de comércio tivesse a consciência e respeitassem o devido decreto Municipal e estadual não teríamos chegado nesse ponto. Fingir que estão fechados achando que estão enganando a fiscalização foi o que causou essa onda roxa e os aumentos de caso. Será que você realmente enganou a fiscalização? Pense um pouco. Festas clandestinas, boates tendo que ser lacradas por desrespeitar as normas de isolamento e um bando de bobo lá dentro se achando esperto, do que vale 04 ou 05 horas de farra escondidas sendo que trabalhos em média 50 horas por semana. Hoje muitos de vocês reclamam com razão, mas o que adianta você abrir o comércio agora se infectar e morrer por falta de leito, de respirador, precisar ser entubado e não ter remédio. Pense um pouco gente, se você perder um ente querido não adianta colocar a culpa no Prefeiro, no Governador ou Presidente se ao invés de fazer nossa parte nesse momento agente só reclamar. Não é com violência que irá reabrir o comércio e sim respeitando as normas de isolamento imposta no momento. Só assim que todos teremos os comércios aberto.
Nome: Pedro
Postado no dia 09/04/2021 - 21:06
Cidade: Muriaé-MG

Todos precisamos trabalhar, se os donos de comércio tivesse a consciência e respeitassem o devido decreto Municipal e estadual não teríamos chegado nesse ponto. Fingir que estão fechados achando que estão enganando a fiscalização foi o que causou essa onda roxa e os aumentos de caso. Será que você realmente enganou a fiscalização? Pense um pouco. Festas clandestinas, boates tendo que ser lacradas por desrespeitar as normas de isolamento e um bando de bobo lá dentro se achando esperto, do que vale 04 ou 05 horas de farra escondidas sendo que trabalhos em média 50 horas por semana. Hoje muitos de vocês reclamam com razão, mas o que adianta você abrir o comércio agora se infectar e morrer por falta de leito, de respirador, precisar ser entubado e não ter remédio. Pense um pouco gente, se você perder um ente querido não adianta colocar a culpa no Prefeiro, no Governador ou Presidente se ao invés de fazer nossa parte nesse momento agente só reclamar. Não é com violência que irá reabrir o comércio e sim respeitando as normas de isolamento imposta no momento. Só assim que todos teremos os comércios aberto.
Nome: ZELIA RODRIGUES COURI
Postado no dia 11/04/2021 - 10:21
Cidade: MURIAE-MG

A responsabilidade do caos na saude tem sua origem na conduta negacionista do Presidente da República que liderou o movimento contra o uso de vacinas, o isolamento social, desde o início da pandemia, esse mesmo que, não comprando vacinas quando deveria tê-lo feito, acelerou a gravidade da crise sanitária que a todos assola. Mas, responsáveis por isto são todos os que votaram nesse lixo humano. Resultado: agora, ao invés de se revoltarem contra os governantes locais, que cada um assuma sua culpa por ter contribuído para isto, votando nesse traste. As medidas tomadas são duras, mas não há outra saída. E que cobrem dos deputados federais eleitos, a adoção de medidas pelo governo federal para socorrer também o comércio, as indústrias e os brasileiros em geral. Vale dizer: que não seja com esmola, pois se houvesse cobrança dos impostos devidos pelas igrejas evangélicas e banqueiros, dentre outros devedores, haveria recursos para ajudar a todos.