Últimas Notícias




Temporal provoca alagamentos em diversos pontos de Muriaé

JORNALISMO | 18/11/2020 08:57 COMENTAR 2
Voltar
Temporal provoca alagamentos em diversos pontos de Muriaé


Na Avenida Monteiro de Castro, onde os alagamentos eram frequentes, a água escoou normalmemnte


Na avenida Constantino Pinto houve pequenos a água subiu, mas não invadiu os comércios


Os rios que cortam Muriaé seguem normalmente em suas calhas








Hoje pela manhã, muitos imóveis ficaram cobertos de lama


A forte chuva que caiu em Muriaé na noite desta terça-feira (17) e durante boa parte da madrugada desta quarta-feira provou diversos alagamentos em vários bairros de Muriaé.

Um dos pontos mais afetados foi no bairro Safira. Em uma residência próximo a UNICA, os moradores foram surpreendidos com uma tubulação que se rompeu. A água invadiu violentamente a casa e provocou vários danos no imóvel.

Em nota, o Demsur lamenta o ocorrido, e informa que servidores de plantão estiveram no local ainda na noite desta terça-feira (17/11), porém, devido a complexidade da situação, os trabalhos emergenciais foram iniciados nas primeiras horas da manhã desta quarta-feira (18/11).

Em outro ponto, na Rua José Freitas Lima, onde estão instalados o 47º Batalhão da Polícia Militar e a 4ª Delegacia Regional de Polícia Civil também houve alagamento.

Em baixo do viaduto, no Centro, também alagou. Uma caminhonete chegou a tentar passar, mas quando viu que não conseguiria, desistiu e optou em fazer outro percurso.

Em alguns pontos da Avenida Constantino Pinto, também no Centro, houve alagamentos, mas a água não chegou a invadir as residências e comércios. Entretanto, na Avenida Monteiro de Castro, na Barra, onde os alagamentos sempre foram recorrentes, a água escoou normalmente e não gerou nenhum dano à moradores e comerciantes.

De acordo com a Defesa Civil de Muriaé, em alguns pontos como no bairro José Cirilo, o volume de chuva foi de 42mm. A previsão é de chuva forte para esta quarta e quinta-feira.

Os rios que cortam Muriaé seguem em suas calhas normalmente, não oferecendo risco de enchentes. A Defesa Civil informou que está monitorando o volume de água em pontos estratégicos.

Leia na íntegra a nota de esclarecimento encaminhada pelo Demsur

O Demsur lamenta o ocorrido, e informa que servidores de plantão estiveram no local ainda na noite desta terça-feira (17/11), porém, devido a complexidade da situação, os trabalhos emergenciais foram iniciados nas primeiras horas da manhã desta quarta-feira (18/11). Equipes do setor de drenagem pluvial e de limpeza estão atuando com acompanhamento de um engenheiro. 

Estão sendo executados serviços de desobstrução e reparo emergencial da rede que sofreu rompimentos durante o temporal que castigou Muriaé na noite desta terça-feira (17/11), fazendo com que uma grande quantidade de água invadisse a residência atingida.
 
A autarquia ressalta que o volume de chuva foi muito intenso - superando a marca de 40 mm, conforme a Defesa Civil-, e que um projeto será elaborado para a execução de obra, visando a sanar o problema de forma definitiva.

 

Fonte : Rádio Muriaé




Nome: Marcos Antônio
Postado no dia 18/11/2020 - 12:57
Cidade: São João do sapucaia-MG

Misericórdia meu Deus! ...aqui em São João armou bastante chuva, mas ventou muito e acabou espalhando ela; choveu, mas foi chuva mansa graças a Deus ,minhas lamentações ao povo de muriaé ...realmente tá muito quente, é normal essas pancadas de chuva na parte da tarde ou a noite; bom é quando não faz estragos. Deus vos abençoe.
Nome: João
Postado no dia 18/11/2020 - 19:17
Cidade: Muriaé-MG

Quando é para criticar uma obra realizada pela prefeitura,os bandos de mal amados vem aos montes,mas quando é para elogiar ninguém elogia. "Na região da barra,onde os alagamentos eram frequentes,a água escoou normalmente",como é bom ouvir isso,não é mesmo?sinal que a obra foi bem feita, parabéns prefeito Grego por essa e outras tantas obras feitas para a melhoria da cidade...