Últimas Notícias




Chuvas em MG: saiba quais as estradas estão interditadas e liberadas na região de Muriaé

JORNALISMO | 14/02/2020 14:48 COMENTAR 0
Voltar
Chuvas em MG: saiba quais as estradas estão interditadas e liberadas na região de Muriaé
Segundo o PRF Júlio Simbra, ao avistar algum problema nas rodovias, a recomendação é parar no primeiro Posto de Polícia Rodoviária Federal e avisar o ocorrido.



Na BR 116, entre Miradouro e Fervedouro o asfalto trincou. Nesta sexta o DNIT está no local


No início da manhã desta sexta-feira, com o recuou do Rio Glória, os carros voltaram a transitar na Ponte próximo o trevo da Penitenciária


Na BR 356 entre Pirapanema e Rosário da Limeira está comprometido


Com as fortes chuvas que caíram em Muriaé e região, várias estradas estão interditadas ou, ainda que liberadas, oferecem riscos aos motoristas.

Nesta sexta-feira (14), o vereador e Policial Rodoviário Federal Júlio Simbra esteve na Rádio Muriaé e falou sobre a situação das principais estradas.

De acordo com o PRF, para quem segue sentido Belo Horizonte, o acesso por Ervália está interditado em diversos pontos. A recomendação é seguir sentido Leopoldina-Barbacena.

Para aqueles que irão para Juiz de Fora, o trecho convencional, sentido Leopoldina-Bicas está liberado, porém, é importante o motorista ter cautela. Há registros de diversos buracos no percurso, principalmente a partir de Bicas.

Na BR 116 próximo a Miradouro, houve queda de barranco e mais à frente, próximo a São Francisco do Glória, uma rachadura apareceu na pista após as chuvas. Nesta sexta-feira, uma equipe do DNIT está no local realizando o reparo. O desvio segue na mesma pista no lado que não foi afetado.

Já para quem vai para as praias do Espirito Santo pela BR 356 sentido Itaperuna, no início da manhã, o nível do Rio Glória baixou e neste momento a ponte próximo ao trevo da Penitenciária está liberada.

Ainda segundo Simbra, é importante que os motoristas redobrem a atenção ao transitar nas rodovias em períodos de chuva para evitar envolvimento em acidentes. Ele alerta também que se avistar algum problema, parar no primeiro Posto de Polícia Rodoviária Federal e avisar o ocorrido. “Iniciativas como essa, de parar e avisar a PRF pode salvar vidas e evitar acidentes graves”, concluiu Júlio Simbra.

 

Fonte : Rádio Muriaé